domingo, 22 de abril de 2012

E nos braços do oceano estão me levando, E toda a devoção que foi correndo para fora de mim, E os acidentes são o céu, para um pecador como eu, Os braços do oceano livra-me.








Nenhum comentário:

Postar um comentário